Safrinha: vantagens e desvantagens

Saiba quais são as vantagens e desvantagem da Safrinha em relação a Safra e quais seus potenciais nutritivos para a dieta do seu rebanho.

2 min de leitura
Atualizado há 2 meses | Publicado em 22 . Apr, 2022

Na atividade leiteira a gente sabe muito bem que o consumo de silagem é grande, pois, a silagem é um dos alimentos mais importantes na dieta das vacas lactantes. Ela é responsável pelo fornecimento de fibras e energia, alguns dados apontam que uma vaca consome em média, três toneladas de silagem ao longo da sua lactação. 

E assim como o consumo é alto, o cultivo de forrageiras para silagem não pode parar, como diz o ditado “quem planta, um dia colhe”, assim segue o produtor na lida do plantio e colheita, para manter seu rebanho bem alimentado. Mas esse processo de plantio e colheita não é tão rápido como parece, a natureza tem seu tempo e nós precisamos respeitar, por isso, de alguns anos para cá, é comum o produtor de leite trabalhar no seu plantio com a Safra e a Safrinha.

Mas aí vem as dúvidas em relação a safrinha, sobre a sua qualidade, capacidade nutritiva, se ela vai atender as necessidades da dieta e se financeiramente irá compensar todo o trabalho e investimento. Pois bem, no dia 08 de abril de 2022 o site MilkPoint publicou um artigo sobre Safra vs Safrinha e nele citou um recente estudo sobre os dois plantios: Recentemente, nós finalizamos um estudo avaliando lavouras de milho para silagem na safra e na safrinha nos estados do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Goiás durante 2 anos consecutivos (Lima et al. 2022). Os resultados mostraram que a queda de produtividade média da safra para a safrinha é de 30% (Tabela 1).

Com base no estudo apontado pelo site MilkPoint, existe uma desvantagem em relação ao plantio da Safra e da Safrinha, o que consequentemente implica na questão nutritiva do alimento. Mas calma aí, que a Safrinha ainda não é vista como um investimento negativo, pois, apesar da sua produtividade ser inferior a Safra, ela ainda é positiva em relação ao reabastecimento do estoque de silagem, assim garantido que não falte o alimento na dieta das vacas, e que não precise investir extremamente nesse produto.

Considerando que o fator climático é importantíssimo na definição de sucesso da colheita, a Safra é tida como o plantio mais adequado, devido as condições climáticas frequentes nesse período (agosto a outubro). Já na Safrinha, a planta de milho não tem o seu potencial maximizado, principalmente devido as limitações hídricas. 

Portanto, entendemos que o plantio da Safrinha apresenta valor nutritivo inferior, o que é visto como uma desvantagem em relação à Safra, porém, sabemos que por trás da Safrinha existe a estratégia, talvez vista como uma vantagem, que é complementar a quantidade de silagem consumida anualmente e manter seu rebanho bem alimentado.


Reportagem do site MiklPoint: https://www.milkpoint.com.br/colunas/thiago-fernandes-bernardes/silagem-de-milho-safra-ou-safrinha-229657/?utm_source=milkpoint&utm_medium=natadasemana&utm_campaign=abril-2022&utm_content=silagem-de-milho-safra-ou-safrinha-229657

Referência Fotográfica: https://blog.aegro.com.br/milho-para-silagem/