Criar bezerras de qualidade as transformam em vacas boas produtoras de leite, isso porque os primeiros meses de vida do animal são decisivos para o desenvolvimento do aparelho produtivo, o úbere. Esses cuidados não são simples, mas nós separamos 8 dicas para você fazer a melhor criação de bezerras!

1. Acompanhe o Parto

O primeiro passo para ter uma criação eficiente de suas bezerras é o momento do parto, que deve ser acompanhado e alguns cuidados devem ser tomados. Normalmente não sabe-se o sexo do animal antes do nascimento, e mesmo que o sêmen utilizado seja sexado ainda existem chances de ocorrer nascimentos de machos. Mas, indiferente do sexo, é necessário ter alguns cuidados durante esse momento, para que o bezerro sobreviva ao parto e não cause complicações para a vaca. Deve ser observados os momentos que antecedem o parto, observando o local em que o parto vai ocorrer, que deve ser seco, e tranquilo, para não gerar estresse a vaca e a bezerra. A maior causa de mortalidade de bezerras é justamente durante o parto, infelizmente ocorrem muitos partos distócicos, e quando acompanhados pode-se tomar providências imediatas. Geralmente os partos levam entre 4 a 6 horas, portanto, o tempo é um indicativo de anormalidades e deve ser acompanhado para que decisões corretas sejam tomadas.

2. Forneça o Colostro

Logo após o parto, a bezerra deve receber o colostro adequadamente, de preferência na primeira hora de vida, pois desta forma a absorção é 100% aproveitada, permitindo uma imunização mais eficiente, garantindo a sobrevivência da futura vaca. Confira o nosso post sobre colostragem.

3. Realize o Corte e Cura do Umbigo

O terceiro passo é realizar o corte e a cura do umbigo, o qual deve ser feito logo após o parto. Os cuidados com o umbigo devem ter preferência pois está diretamente ligado a corrente sanguínea das bezerras logo após o parto, servindo de porta de entrada para microrganismos patogênicos. O ideal é que o umbigo seja cortado, quando necessário, amarrado e desinfetado com solução de álcool iodado por 3 dias consecutivos.

4. Escolha o Melhor Alojamento Para a Sua Realidade

Depois que os primeiros cuidados forem realizados, é o momento de alojar as mesmas, o local já deve ser preparado anteriormente, obrigatoriamente: seco, arejado e protegido. Você pode optar por opções como a pasto, com abrigo, sombrite, de madeira, confinado, mas sempre respeite as necessidades anteriormente citadas e que estejam em um local de fácil visualização, porque as meninas são delicadas e necessitam de atenção.

5. Forneça o Leite Corretamente

Quando as bezerras nascem ainda não têm o rúmen em pleno funcionamento, obra da natureza. Desta forma o leite fornecido as bezerras deve ser fornecido mantendo o ângulo adequado, para que desta forma o leite vá diretamente para o abomaso, sem passar pela (pequena, mas existente) fermentação do rúmen. O ângulo de fornecimento do leite deve ser entre 30 a 40°, garantindo o total aproveitamento do alimento e evitando enfermidades.

6. Vacinas e Vermifugação

As bezerras devem ser vacinadas conforme as recomendações do veterinário responsável pela propriedade. A vermifugação garante que ela cresça livre de parasitas, garantindo a sanidade e um bom desempenho das mesmas, confira o nosso post sobre esse manejo.

7. Volumoso, Concentrado e Água de Qualidade

Já nos primeiros dias de vida as bezerras devem ser estimuladas a consumirem volumoso e concentrado, e estes devem apresentar boa qualidade. Nestes primeiros dias não irão ingerir grandes quantidades, mas precisam consumir mais alimentos sólidos o mais rápido possível, pois até o momento da desmama necessitam estar adaptadas e consumindo uma quantidade suficiente para suprir sua exigência nutricional. Portanto o estimulo deve ser iniciado logo nos primeiros dias, geralmente se fornecendo diretamente na boca das bezerras. Feno e água devem estar disponíveis.

8. Realize uma Desmama Eficiente

Após os 60 dias de vida as bezerras devem ser desmamadas, pois neste intervalo de tempo elas já desenvolveram o rúmen e estão aptas para o consumo de volumoso. A adaptação para a desmama deve ser iniciada alguns dias antes para que elas sejam estimuladas a aumentar o consumo de volumoso e concentrado.

E você, está realizando todos esses manejos? Garanto que realizar essas dicas na sua criação de bezerras vai, além de criar uma vaca boa de leite, promover conforto e bem-estar para as crias da sua propriedade. Veja também como controlar a evolução das suas bezerras.

Por Jucemara Rösler, mestranda em Zootecnia.

Cadastre-se gratuitamente www.leigado.com.br e confira seus benefícios.


WhatsApp (46) 9 9901-0238

Skype: leigado.dv