Mercado desafiador

Informativo

 Mercado Desafiador

Todos sabemos que a cada dia que passa fica mais difícil produzir leite no Brasil, cada vez mais o produtor se depara com uma margem de lucro apertada, custos elevados, dificuldade em encontrar mão de obra e diversos outros fatores. No entanto, em tempos de crise também surgem oportunidades e precisamos nos reinventar.

Alguns produtores conseguem “driblar” a crise adotando algumas medidas simples: administrar a relação entre ganho e despesa corretamente, tendo um maior controle zootécnico por meio de anotações tanto da produção quanto reprodução e sanidade e até mesmo montando uma espécie de equipe central de compras, para negociar em maior escala os medicamentos e insumos para a fazenda em preços mais acessíveis.

É preciso se adaptar para sobreviver no negócio

A tendência de mercado apontada por especialistas é de que os produtores que não conseguirem se adaptar à crise e reestruturarem sua linha de negócios e produção, vão perder participação de mercado e, até mesmo, ter que deixar o negócio. “Quem não conseguir se adequar a nova realidade, não sobreviverá”, diz Henrique Costales Junqueira, gerente da Castrolanda Cooperativa Agroindustrial. “Alguns produtores estão reduzindo a produção, desestimulados com a situação”, afirma Junqueira.

Uma grande aposta do Brasil é impulsionar a exportação, mas para que isso aconteça é preciso melhorar a qualidade do leite brasileiro. Segundo Cássio Camargos, consultor da Aproleite, há dois grandes problemas atualmente em relação à qualidade do produto nacional. O primeiro, diz respeito a questões sanitárias, ligadas diretamente à limpeza dos aparelhos, que acabam contaminando o produto e o segundo, é relacionada à saúde das vacas, examinadas pela Contagem de Células Somáticas (CCS). Ainda de acordo com o consultor, propor análises para medir a quantidade de bactéria no leite e ter sempre o gerenciamento zootécnico, com contagem para avaliar se as vacas estão doentes, assim como treinar os ordenadores, são as principais medidas para diminuir esse problema. Dados da Aproleite apontam que, atualmente, 50% do leite nacional está fora do padrão de qualidade exigido.

Avanço da tecnologia

A tecnologia ao homem do campo chegou e chegou para ficar e os produtores precisam se adaptar para se manter no mercado. Diversas são as tecnologias encontradas que trazem benefícios aos produtores de leite, desde ordenhadeiras, implementos e até sistemas para gerenciamento da propriedade.

Com tudo isso em mãos e a vontade de crescer, o produtor terá maior chance de sucesso e um risco muito baixo de ter prejuízos e acabar deixando a atividade.

Fonte: CNA

 

Cadastre-se gratuitamente www.leigado.com.br e confira seus benefícios.

WhatsApp:(46) 99983 1005

WhatsApp (46) 99901 0238

Skype: leigado.dv

Facebook: facebook.com/sistemaleigado

Um comentário sobre “Mercado desafiador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *