Perdas econômicas por falta de controle dos “dias em aberto”

Arte---Perdas-econômicas-por-falta-de-controle-dos-dias-em-aberto

Informativo

Define-se como “Dias Abertos”, o número de dias entre o parto e a inseminação ou “cobertura de sucesso”, onde se dá início a uma nova gestação.

Problemas de fertilidade e/ou detecção de cio aumentam os dias abertos.

DIAS EM ABERTO INTERPRETAÇÃO
Menor que 85 dias Pode ser muito baixo para vacas de alta produção
86 a 115 Ótima para a maioria dos rebanhos
116 a 130 Pequenos problemas para a maioria dos rebanhos
131 a 145 Problemas moderados para a maioria dos rebanhos
Maior que 145 Problemas severos para qualquer rebanho

                                                                                                             Fonte: Santos & Vasconcelos (2007).

Em rebanhos de alta produção, se a média de “dias em aberto” esteja abaixo de 85 dias, pode indicar que as vacas estejam sendo cobertas muito cedo, fazendo com que parte do potencial de produção leiteira seja perdida. No entanto, em rebanhos com baixa persistência de lactação esse número pode ser interessante.

A meta é de que menos de 20% do rebanho estejam vazias e com mais de 150 dias, em lactação.

A figura abaixo mostra as perdas econômicas por períodos de serviço muitos longos:

*Perdas econômicas para cada dia adicional no período de serviço, além dos 85 dias em leite.

DIAS EM ABERTO PERDAS ECONÔMICAS POR DIA / VACA
85 – 100 dias R$ 0,71
101 – 115 dias R$ 0,71
116 – 130 dias R$ 1,94
131 – 145 dias R$ 3,37
146 – 160 dias R$ 5,30
161 – 175 dias R$ 8,42

Fonte: French&Nebel (2003).

Não deixe de ganhar dinheiro por falta de controle sobre os “dias em aberto”, utilize o ‘Software Leigado – Inteligência para pecuária’. Ele vai te auxiliar para que possa ter melhor controle sobre toda sua propriedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *